28/09/2011

Trabalho voluntário com profissionalismo

Beneficiada pelo projeto Serviços e Cidadania, do Instituto GRPCOM, UNILEHU fica satisfeita com campanha de divulgação preparada pela Agência Valente

A Universidade Livre para a Eficiência Humana (UNILEHU) conta com novas peças de comunicação para aprimorar o relacionamento com o público que atende e para a captação de recursos para o time de vôlei paraolímpico mantido pela ONG. A elaboração do material foi feita pela Agência Valente, a partir da intermediação promovida pela equipe do Instituto GRPCOM pelo projeto Serviços e Cidadania, de apoio ao terceiro setor paranaense.
 
O resultado não poderia ter sido mais satisfatório: de acordo com a presidente Andrea Koppe, os produtos demandados não só foram executados de forma alinhada com as estratégias da UNILEHU, como também proporcionaram meios de profissionalizar a gestão da entidade. “As peças foram produzidas em um momento organizacional conturbado (mudança de equipe e trabalhos sociais extraordinários). No entanto, o atendimento profissional e o acompanhamento da produção das peças de comunicação, pela empresa voluntária, foram acima da expectativa e contribuíram para o sucesso e o resultado esperados”, conta Andrea. Para ela, a Agência Valente assumiu o trabalho voluntário “com o mesmo profissionalismo que atende seus clientes comerciais” – tal como propõe o projeto Serviços e Cidadania.
 
No total, foram aproximadamente 80 horas de trabalho voluntário, para o desenvolvimento de um folder, do roteiro para o vídeo e o acompanhamento da produção fotográfica e da captação de imagens. Juliana Quadros, da Agência Valente, falou das dificuldades do processo – como a falta de foco no início do pedido – e da necessidade de se estabelecer um diagnóstico ainda mais apurado da demanda de cada ONG, o que fez com que o trabalho tardasse tanto em ser finalizado. “De início, foram passadas informações que geraram um plano de ação que não era a real necessidade do cliente; só no decorrer dos trabalhos é que foram diagnosticadas as necessidades e o plano tomou outro rumo”, explica Juliana.
 
De qualquer maneira, para a Agência Valente, apesar dos aprimoramentos que precisam ainda ser feitos em relação ao Serviços e Cidadania, o trabalho realizado junto à UNILEHU foi importante para conhecer uma nova realidade, especialmente a partir da experiência de todos os envolvidos com o dia-a-dia da ONG – público alvo e equipe. “Foi importante para nosso processo de aprendizado pessoal”, afirma Juliana. Já para Andrea Koppe, da UNILEHU, o projeto Serviços e Cidadania representa uma excelente oportunidade para que iniciativas do terceiro setor tenham acesso a serviços profissionalizados em áreas que, em geral, não teriam condições de contratar.
 
Abaixo, o vídeo feito para divulgar e captar apoio para o vitorioso time de vôlei sentado, mantido pela UNILEHU, que é referência nacional na inclusão de pessoas com deficiência na sociedade; e também, o folder elaborado com o objetivo de esclarecer melhor o escopo do trabalho da Universidade:
 

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.