24/09/2010

Sustentabilidade é o tema da vez nas empresas

Principais fatores para a adoção desses procedimentos foram preocupação com a marca da empresa e as exigências legais. Investimento em mão-de-obra jovem e qualificada também é tendência.

Um levantamento realizado pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) apontou que 71% das empresas brasileiras adotam procedimentos relacionados à gestão ambiental. A pesquisa foi feita com 1.227 empresas de diferentes tamanhos, em abril, e permitiu conhecer melhor os programas mais adotados: 80,1% das empresas possuem SGA (Sistema de Gestão Ambiental, que compreende processos de certificação internacional) e 69,5% declararam ter políticas de uso eficiente da energia.
 
O investimento empresarial em ações para redução de consumo de água, em uso de resíduos como matéria-prima ou insumo e em projetos de reutilização de água, também tiveram destaque na pesquisa. A reportagem da Agência Estado, publicada no jornal Gazeta do Povo, tem mais informações sobre o levantamento da CNI. Clique aqui para acessar.
 
Ao que parece, a grande questão é como investir em sustentabilidade, mas sem gerar custos adicionais ao consumidor. Apesar de apoiar ações ambientalmente corretas, os consumidores não estão dispostos a arcar com isso – como mostra outra reportagem da Agência Estado, também publicada na Gazeta do Povo.
 
Talentos verdes
 
Para gerir ações sustentáveis, nada melhor do que contar com profissionais que tenham formação para isso. A ONU já prevê a criação de 2,3 milhões de empregos verdes até 2015, com 500 mil vagas (mais de 20% do total) sendo ocupadas somente no Brasil.
 
Pensando nisso, tem se tornado cada vez mais comum, no mundo corporativo, a contratação de jovens “talentos verdes”. Há até uma ONG – a OpenLab – criada em cooperação com o Instituto das Nações Unidas para Treinamento e Pesquisa (UNITAR), que irá lançar, no ano que vem, um programa de capacitação de jovens em práticas sustentáveis.
 
De acordo com a reportagem de Breno Baldrati, além de certificado internacional pela UNITAR, “os jovens que participarem do curso também integrarão o primeiro Banco de Talentos Verdes do país, uma iniciativa da ONG junto a empresas no país”. Clique aqui para ver a reportagem completa publicada na Gazeta do Povo.
 
 
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.