22/03/2011

Sustentabilidade ainda se reduz ao marketing

Empresas anunciam projetos, mas nem sempre mudam postura na criação de produtos e serviços

Greenwshing, que em inglês significa “branqueamento ecológico”, é a técnica para mostrar à sociedade a imagem de uma organização ecologicamente correta. Provavelmente você já foi alvo de uma campanha de comunicação desse cunho – e esse tipo de divulgação está crescendo no Brasil. O grande problema é que a maior parte das iniciativas divulgadas não passa de marketing acerca de projetos pontuais, em que fica clara a falta de compreensão do significado, profundidade e benefícios que a sustentabilidade pode trazer à organização.
 
Especialistas apontam que uma das dificuldades em disseminar a prática é o fato de a sustentabilidade exigir mudanças na gestão, um desafio muito grande para as organizações. Além disso, ainda não está claro para os investidores de que a prática pode trazer benefícios para todos os envolvidos – desde funcionários até parceiros e fornecedores.
 
Testando a preocupação ambiental
 
Um comerciante paulista decidiu cruzar informações presentes nos relatórios financeiros e de sustentabilidade de empresas, de acordo com o que vê nas campanhas de marketing. Ele criou o blog “Testando os limites da Sustentabilidade”, onde é possível acompanhar suas impressões sobre os documentos e também a experiência da recepção e reação de algumas empresas quando o blogueiro entra em contato para sanar dúvidas sobre a atuação ambiental e socialmente correta descrita nos relatórios.  
 
 
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.