07/02/2011

Sete em cada dez pessoas são afetadas por engarrafamentos no Brasil

Segundo pesquisa do Ipea, nos últimos dez anos a frota veicular cresceu 90,9% a mais que a população

O crescimento da frota veicular na última década resultou em congestionamentos para sete em cada dez pessoas ouvidas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O levantamento, publicado no final de janeiro, aponta que em 2010 havia um automóvel para 5,2 pessoas, enquanto que no ano 2000 havia um carro para 8,5 pessoas.
 
Na região Sul, 21,9% dos entrevistados afirma sofrer com congestionamentos mais de uma vez ao dia. A necessidade de um transporte público mais eficiente também ficou evidente no resultado da pesquisa: 32% deles não usariam o transporte público. Quase 20% dos entrevistados acham esse meio de transporte muito ruim e só passariam a utilizá-los se fossem mais rápidos e adotassem horários mais adequados às necessidades dos usuários.
 
A região Sul se destacou no quesito respeito aos ciclistas e pedestres: 60% dos motoristas disseram respeitar os pedestres e ciclistas, enquanto nas demais regiões o mesmo índice ficou em torno de 36% e 40%. O índice satisfatório, no entanto, é de 80%.
 
A reportagem de Themys Cabral, publicada pelo jornal Gazeta do Povo, tem mais informações e números sobre esta pesquisa do Ipea. Clique aqui para ler.
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.