13/12/2013

Serviços e Cidadania: quatro trabalhos são finalizados em Londrina

Parceiros do projeto, PUC, ISAE/FGV, Unopar e Sebrae atenderam às principais demandas de ONGs da região

A regional do Instituto GRPCom de Londrina acaba de divulgar a finalização de quatro serviços que estavam sendo feitos para ONGs da região por meio do Serviços e Cidadania. O Centro de Desenvolvimento Humano (CDH), a Cáritas Arquidiocesana, a Associação Solidariedade Sempre e o Centro de Apoio e Reabilitação dos Portadores de Fissura Lábio Palatal de Londrina (CEFIL) foram as instituições beneficiadas.

Elas solicitaram por meio do projeto, parceiros que pudessem ajudá-las em serviços específicos, como no planejamento estratégico, apoio contábil-financeiro, nas estratégias de captação de recursos e na elaboração de um planejamento de comunicação. O Sebrae, a PUC, ISAE/FGV e a Unopar foram os parceiros que se colocaram à disposição para trabalhar junto às instituições.

Na avaliação da representante do Instituto GRPCom em Londrina, a assistente social Rafaela Vieira, os trabalhos atingiram os objetivos propostos. “É muito gratificante perceber a satisfação das instituições e dos parceiros na realização desse trabalho, que tem sua base no voluntariado”, ressalta.

CONHEÇA AS PARCERIAS

Consultoria

O Centro de Desenvolvimento Humano (CDH) que atua desde 1998 na defesa dos direitos humanos em Londrina e região, estabeleceu seu planejamento estratégico junto ao Sebrae. O consultor Cristovam Dias Junior foi o profissional responsável por atender à instituição. De acordo com Josemar Lucas, secretário de coordenação do CDH, 120 pessoas foram beneficiadas diretamente com o serviço.

A PUC Londrina foi a instituição parceira da Cáritas Arquidiocesana. A universidade realizou uma capacitação em gestão financeira para os gestores dos 38 Centros de Educação Infantil mantidos pela Cáritas. O coordenador do curso de Administração da PUC, Marinho Teixeira, destacou a dedicação e a clareza da ONG no decorrer da parceria. No total, foram 12 horas de serviço prestado, o que custaria à instituição cerca de mil reais. Segundo Nelma dos Santos Assunção Galli, assistente social da Cáritas, a capacitação ajudou a mapear a real necessidade de capacitação técnica para a gestão financeira das entidades. “Conseguimos traçar esse objetivo, definindo-o como um processo contínuo, que será realizado em etapas”, disse a profissional, informando que já programaram uma oficina de elaboração de projetos.

Alunos parceiros

O Centro de Apoio e Reabilitação dos Portadores de Fissura Lábio Palatal de Londrina (CEFIL) contou com a contribuição dos professores e alunos da Agência Escola Curso de Publicidade e Propaganda – Ênfase em Marketing  da UNOPAR. Os voluntários elaboraram um plano de comunicação para a instituição.

Para aprimorar suas estratégias de captação de recursos, a Associação Solidariedade Sempre contou com a parceria dos voluntários do Programa Uaná do ISAE/FGV: a aluna Juliana Dornelles, que cursa o MBA em Gestão Estratégica de Empresas e o professor Emerson Galliano. Em entrevista ao blog do programa, Juliana comentou como foi trabalhar pela primeira vez com uma organização sem fins lucrativos. “Foi um desafio muito grande, pois a maior parte da literatura acessível é voltada para indústrias e empresas privadas. Então tivemos que fazer um exercício constante para codificar e adaptar as informações para o terceiro setor”, observou Juliana. A assistente social e administradora da organização Priscila Figueiredo, destacou os benefícios com a assessoria. “O fato de planejar auxilia muito a instituição a pensar em suas ações e o que pretende alcançar com a mesma. Isso permitiu colocar ideias em prática e melhorar a comunicação da instituição com os parceiros”, destacou.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.