20/12/2012

Segurança comunitária é tema de bate-papo em Cascavel

Na segunda edição do papo comunitário moradores discutem soluções para a melhoria da comunidade

Na noite dessa segunda-feira, 17 de dezembro, os moradores do Bairro Jardim Maria Luíza em Cascavel se reuniram para participar da 2ª edição do Papo Comunitário. O tema da vez foi “Segurança Comunitária”, conduzido pelo Major do Batalhão de Polícia de Fronteira do Paraná, Erich Wagner Osternack. Aproximadamente 80 moradores participaram do encontro e ouviram dicas de como prevenir o delito e construir uma cultura de prevenção para aumentar a segurança em seu cotidiano.

Para a moradora Ana Furini, o encontro é importante para que a comunidade conheça o que está acontecendo em seu entorno. “Minha expectativa é sair daqui sabendo como me prevenir e saber me proteger”, afirma Ana. Na opinião da moradora, a união de todos é um ponto importante para construção da segurança comunitária, “é importante que as pessoas se comuniquem e se ajudem”, concluiu.
 
Durante sua fala, o Major Osternack apresentou as formas de atuação do batalhão e ressaltou que a segurança pública é uma obrigação do estado, porém um dever de toda a população. Para ele é importante construir uma cultura de prevenção, onde se está sempre atento em qualquer deslocamento, em ambientes comerciais ou até mesmo nas residências.
A conclusão do bate papo se deu após uma rodada de perguntas em que o Major Erich Osternack respondeu as principais dúvidas dos moradores a respeito de suas atitudes cotidianas em casa e nas ruas do bairro. Os moradores terminaram a noite satisfeitos com o que ouviram e saíram refletindo sobre as formas de terem comportamentos mais preventivos e seguros.
 
Sobre o Papo Comunitário
 
O Projeto Papo Comunitário é uma iniciativa do Instituto GRPCOM em conjunto com a RPC TV e tem como objetivo melhorar as relações entre os sujeitos e instituições sociais. Assim, o projeto visa estimular o diálogo e permitir que as comunidades expressem suas necessidades em busca de soluções. Através de discussões sobre temáticas socialmente relevantes, o projeto mobiliza as comunidades para que se tornem cada vez mais agentes de transformação social.
Atua de forma itinerante nos bairros de Cascavel, formando grupos com os moradores da localidade e desenvolvendo encontros com a presença de especialistas que podem contribuir para busca de soluções adequadas. A primeira comunidade a participar do projeto é o Jardim Maria Luiza através da Associação de Moradores que leva o nome do bairro.

     

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.