07/12/2016

RPC recebe 309 visitantes em novembro

Visitas foram realizadas por meio do Programa de Visitas, iniciativa do Instituto GRPCOM que visa levar crianças, jovens e adultos a conhecer as emissoras no Paraná

Em novembro, a RPC recebeu 13 visitas através do Programa de Visitas, desenvolvido pelo Instituto GRPCOM. Foram 309 visitantes no total – entre crianças, adolescentes, jovens e adultos – de instituições de ensino superior, escolas municipais, colégios estaduais e OSCs, que tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura e o funcionamento da emissora, os bastidores da notícia e vislumbrar oportunidades profissionais.

As emissoras visitadas foram a RPC Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Noroeste e Ponta Grossa.

Confira a seguir algumas fotos e depoimentos:

Curitiba

(83 visitantes da Escola Municipal CEI Francisco Klemtz e do SCFV – Serviço de Convivência Fortalecimentos e Vínculos)

                                   

“O Programa de Visitas da RPC em Curitiba foi muito rico. Recebemos, ao longo de 2016, escolas públicas, escolas particulares e OSCs, ou seja, nosso público foi bem diferente entre si. Cada visita foi uma experiência única, cada criança e cada jovem trouxe uma visão diferente de encantamento. Fico muito satisfeita com a possibilidade de poder mostrar esse novo mundo a todos eles” – Mathisa Stachuk, do Instituto GRPCOM Curitiba.

Foz do Iguaçu

(20 alunos da Escola Municipal Claudino Zanon, de Matelândia)

Londrina

(44 estudantes da Escola Dôminus e do Projeto SESC Futuro Integral, de Santo Antônio da Platina)

                                   

“É uma grande oportunidade para os alunos perceberem que não é somente de jornalistas que se faz uma TV. Puderam ver que dentro das emissoras existem diversas profissões, como engenheiros, administradores, profissionais de marketing, executivos entre outras. Os estudantes puderam perceber como é amplo o rol de possibilidades dentro de uma emissora de televisão” – Alexandre Aparecido de Souza, professor do Projeto SESC Futuro Integral.

Noroeste

(122 visitantes das Escolas Municipais Paulo Freire e Dom Bosco, de Cidade Gaúcha, FAPAN, de Paraíso do Norte, APAE, de Tamboara, e FATECIE)

                                   

“Nós da APAE de Tamboara agradecemos a oportunidade de visitar e conhecer as dependências da RPC, pois é de grande importância explorar esse universo mágico que é a televisão” – mensagem de agradecimento da equipe da APAE de Tamboara.

Ponta Grossa

(40 visitantes do CEEPPG – Centro Estadual De Educação Profissional de Ponta Grossa e da Escola Municipal Adelino, além do Carlos Augusto, criança com Síndrome de Asperger que adorou a visita aos bastidores da RPC)

                                   

“Hoje, um pequeno “jornalista” com Síndrome de Asperger fez uma visita monitorada à RPC. Realizou um sonho. Foi muito bem recebido e monitorado pela Nessyane (representante do Instituto GRPCOM em Ponta Grossa), visitou a equipe, conheceu os equipamentos. Que alegria: conheceu a Sandra Guimarães! Pensem em um menino feliz! Obrigada, como mãe dessa criaturinha maravilhosa, o Carlos Augusto, só posso agradecer o carinho de todos” –Silvana Sabbag Piurkoski, mãe do Carlos Augusto.