06/05/2015

Projetos do IGRPCOM têm mais de 6 mil professores

Engajamento de docentes e escolas já supera expectativas

A 16ª edição do Ler e Pensar e 8ª do Televisando, projetos de incentivo à educação da Gazeta do Povo e RPC, realizados com o apoio do Instituto GRPCOM, vêm mostrando resultados mais que satisfatórios no primeiro semestre do ano. Desde janeiro, muito já foi feito e os números revelam, outra vez, que o engajamento nas iniciativas supera qualquer expectativa.

Até o momento, são 6.804 participantes, entre professores e membros da equipe pedagógica, e 1.217 escolas inscritas. Nos últimos meses, matrículas e rematrículas foram feitas e, desde o início de abril, os educadores podem aproveitar os cursos oferecidos pela plataforma de educação a distância dos projetos. São 16 opções, totalizando mais de 240 horas de formação, que favorecem a progressão de carreira dos docentes e fornecem ainda mais subsídios para trabalhar o jornal ou a TV em sala com qualidade. Somente este ano, mais de 238 mil alunos serão sensibilizados pelas iniciativas.

Nesta edição, o Ler e Pensar expandiu sua área de abrangência para 60 municípios do Paraná – ano passado iniciou com 58 confirmações.  Já o Televisando, acontece em 39 municípios do Paraná (três a menos que em 2014) e a participação ficou restrita a estudantes do primeiro ao quinto anos, do Ensino Fundamental 1. Até 2014, a iniciativa permitiu a participação de jovens até 14 anos, porque trabalhava também com alunos da rede estadual de ensino. A mudança ocorreu para reforçar a atenção ao público que revelou maior envolvimento com todas as etapas ao longo dos anos.

Para saber mais, conhecer o tema do ano dos projetos e ficar por dentro das novidades, acompanhe as fanpages do Ler e Pensar e Televisando.

98FM nas Escolas

Desenvolvido pela rádio 98FM e apoiado pelo Instituto GRPCOM, o projeto chega em 2015 à 5ª edição. Ele acontece desde 2011 e fornece aulas de rádio, comunicação e cidadania a estudantes de 12 a 15 anos de escolas públicas de Curitiba e Região Metropolitana. Surgiu da ideia do diretor João Santos e o colega Vagner Silva, atualmente locutor da 98. Este ano, participam alunos da Escola Municipal Julia Amaral Di Lenna, do bairro Barreirinha, e acadêmicos do curso de Jornalismo da Universidade Tuiuti do Paraná. Junto com a equipe técnica da 98, eles colocarão em funcionamento na escola uma rádio, com a intenção de que ela permaneça em atividade mesmo após a conclusão dos trabalhos. Desde 2011, 103 alunos, suas famílias e a comunidade escolar foram diretamente impactados e favorecidos pelo 98FM nas Escolas.

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.