20/07/2010

Projeto Ler e Pensar e a evolução do IDEB

Pesquisa desenvolvida pela Secretaria Municipal de Educação de Curitiba indica que o projeto Ler e Pensar contribui para a evolução do IDEB no município

No dia 15 de julho, durante o 5º Seminário Nacional sobre o professor e a leitura de jornal, a pedagoga Mary Natsue Ogawa, da Secretaria Municipal de Educação de Curitiba, apresentou os resultados de pesquisa sobre o desenvolvimento das escolas cadastradas no Projeto Ler e Pensar, do Instituto RPC, e as contribuições do jornal para a aprendizagem escolar. Ogawa mostrou que o projeto contribui para o aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB.
 
Para apresentar os resultados, o estudo contou com um acompanhamento desde o conhecimento do planejamento dos professores e cadernos dos alunos, passando pelas capacitações oferecidas pelo Instituto RPC e conferência dos índices avaliados pelo MEC. 
 
Para a pedagoga, “o acompanhamento dos trabalhos desenvolvidos nas escolas dessa Rede Ensino aponta para uma significativa melhora na produção textual, indicando ampliação do vocabulário, aperfeiçoamento quanto à utilização da gramática e ortografia, e textos mais críticos dos estudantes das unidades de ensino pesquisadas”. Uma das escolas pesquisadas apontou evolução no IDEB de 4.6, em 2007, para 5.7, em 2009.
 
Sem desconsiderar os outros fatores que compõe o Índice, Ogawa foi categórica ao dizer que o Projeto Ler e Pensar contribuiu para o aumento do IDEB em Curitiba ao estimular o exercício de uma leitura crítica e atual. “O jornal é mais do que um material didático, é um elemento midiático que permite estimular a criticidade”, afirmou. Para ela, a participação e o interesse do aluno no projeto se devem ao fato de o jornal ser um veículo contextualizado, que faz parte da vida dos estudantes.
 
O Ler e Pensar atua no município de Curitiba desde 1999 e está presente, atualmente, em mais de 70 escolas. Trata-se do único projeto que pode acontecer no horário das aulas, já que possui interação com a grade curricular e contribui para a efetivação do planejamento do professor.

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.