19/02/2014

Projeto Ler e Pensar 2014 é aberto oficialmente em Curitiba

Representantes de 18 secretarias municipais de educação compareceram ao evento de abertura

A edição 2014 do projeto Ler e Pensar foi aberta oficialmente na terça-feira (18), em Curitiba, em um evento para representantes de 18 secretarias municipais de educação do Paraná, já parceiras da iniciativa. O lançamento aconteceu na sede da RPCTV e contou com a participação de 35 pessoas.

Além de apresentar a temática do projeto para 2014 “Escolhas Conscientes” e o calendário oficial, a equipe pedagógica do Ler e Pensar falou sobre as novidades previstas para o ano. Entre os principais destaques, os três novos cursos que serão disponibilizados para os professores participantes do projeto, por meio da plataforma de Ensino à Distância (EaD) e o processo online de agendamento no Programa de Visitas, que possibilita às escolas participantes do projeto um tour pelo parque gráfico e redação da Gazeta do Povo.

Parceria e mobilização

De acordo com a gestora do Ler e Pensar, Fernanda Martins Cotrim, o evento também foi uma oportunidade de estreitar relações com os parceiros e ver de perto suas percepções a respeito do projeto. “Ficamos muito satisfeitos com o envolvimento, afinal, tivemos a presença de quase todas as secretarias parceiras. Isso significa que já começamos o ano com uma mobilização efetiva da comunidade escolar”, avalia Fernanda.

Presente no lançamento, a secretária de educação de Piên, Maristela Wendrechovski Stoeckly, adiantou que ainda nessa semana deve reunir professores de sua rede de ensino para falar das novidades do Ler e Pensar. “Gostei das inovações e vai ser bom poder apresentá-las, porque muitos professores participam do projeto há alguns anos e esperavam novidades”. Desde que assumiu a secretaria, em 2009, Maristela acompanha o Ler e Pensar e diz que a cada ano aumenta o número de professores envolvidos. “É um projeto que soma e complementa outras iniciativas de incentivo à leitura”, completou.

A secretária de educação de Tijucas do Sul, Evanilde Maoski Valaski, diz que além de mobilizar as escolas para a participação no projeto, vai promover ações para motivar as instituições a buscarem padrinhos sociais para subsidiarem a assinatura do jornal. “Conheci o Ler e Pensar quando atuava como diretora da Escola Municipal Professora Leovanil Camargo, onde ajudei a implantar o projeto. Desde então sempre buscamos contribuir para que o projeto cresça em nosso município”, disse.

Ao final do evento, os convidados participaram de uma visita às dependências da RPCTV, guiada pela equipe de marketing do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM).

Curta o Instituto GRPCOM

Fique por dentro das novidades do IGRPCOM

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.