27/03/2013

Projeto Legado inaugura etapa de capacitações

20 ONGs de Curitiba e região foram selecionadas para receber capacitação e incentivo financeiro. A iniciativa do escritório Marins Bertoldi Advogados Associados, e realizada pela INK, tem o apoio do Instituto GRPCOM.

Na noite desta terça-feira (26), começou em Curitiba o projeto Legado, iniciativa da Marins Bertoldi Advogados Associadosque visa identificar, integrar e apoiar pessoas e organizações que estão transformando a sociedade, para que ampliem seu impacto a partir de uma gestão ainda mais eficiente.

Ao final de um processo de seleção liderado pela INK, parceira da Marins Bertoldi, 20 ONGs de um universo de pouco mais de 100 inscritas, foram selecionadas para participar da primeira edição do projeto, que contará com 94 horas de capacitação, 16 horas de assessoria jurídica, 10 horas de assessoria em gestão, possibilidade de participação em eventos com empresários e potenciais parceiros, além de um incentivo de até 20 mil reais para os melhores planos de investimento elaborados pelas ONGs, durante o projeto. 

A ideia surgiu a partir da percepção de que as doações esporádicas em datas festivas realizadas pelo escritório de advocacia não contribuíam de maneira transformadora para a vida das organizações sociais beneficiadas. “Tivemos um trabalho grande para identificar qual a melhor maneira de um escritório de advocacia desenvolver um projeto social. Depois de muitas reuniões, chegamos a esse modelo de oferecer capacitações e recursos financeiros para aquelas organizações que demonstrarem maior capacidade de gerar impacto social”, explicou James Marins de Souza, um dos sócios do escritório e principal entusiasta da iniciativa.

Para Liziane Silva Britto, da INK, só o processo de seleção das ONGs para chegar nas vinte que participarão das capacitações e assessorias já foi importante pra ver o quão rico é o empreendedorismo social paranaense: “Se a gente fechar a porta e for embora, já terá valido a pena”, brincou. Rodrigo Britto, fundador da Aliança Empreendedora, que também é parceira do Legado, foi o responsável pela primeira capacitação, sobre inspiração e empreendedorismo social, e elogiou bastante a iniciativa do escritório Marins Bertoldi: “É um projeto único no Brasil, um legado que está sendo deixado para os filhos de vocês e para a cidade de Curitiba. Todo mundo sabe o quanto é difícil trabalhar na área social, o legal é ver a visão do Legado de que, fortalecendo vocês, será possível ter impacto social”, afirmou.

O Instituto GRPCOM também não ficou de fora. Além de apoiar a divulgação, a equipe ajudou a avaliar as organizações inscritas e a definir as ONGs selecionadas. Além disso, acompanhará todo o projeto, oferecendo serviços complementares e, desde já, se prontificando para ajudar de maneira ainda mais efetiva nas próximas edições do Legado. “Nós acreditamos no trabalho das ONGs e queremos muito que cada um possa aproveitar essa capacitação, assumindo a responsabilidade por fazer com que esse conhecimento e essas práticas sejam realmente aplicadas e potencializem as atividades tão importante que o terceiro setor paranaense desenvolve”, declarou Rafael Finatti, coordenador do projeto Serviços e Cidadania.

Veja abaixo as ONGs selecionadas para participar da primeira edição do projeto Legado:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.