03/12/2010

Prêmio Betinho Atitude Cidadã divulga ganhadores

Reconhecimento nacional homenageou três mobilizadores que atuam no Paraná

Na semana do voluntariado, e as vésperas de grandes eventos locais de valorização do trabalho voluntário (vide o Prêmio Voluntário Transformador e o Dia V), o Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida (COEP) divulgou os vencedores do Prêmio Betinho Atitude Cidadã 2010. Foram cinco grandes premiados, um por região (no Sul, venceu a Irmã Neves, que atua em uma comunidade no bairro da Ponte do Imaruim, na periferia de Palhoça (SC), local habitado por pescadores de baixa renda e que possui vários problemas de infra-estrutura).
 
No total, em todo o país, foram computados mais de 56 mil votos de reconhecimento às atitudes de pessoas de todo o país que se mobilizam de diversas formas para melhorar as condições de vida de comunidades de baixa renda ou das localidades onde vivem. De acordo com o COEP, Suellen Patrícia Silva Nascimento foi a pessoa que mais atraiu votos: “Nascida em João Pessoa, na Paraíba, essa instrutora de informática de 21 anos incentivou seus alunos a reconhecerem, por meio do voto, pessoas que desenvolvem ações sociais e contribuem para promover maior justiça social”.
No Paraná, receberam o prêmio Marilza Rodrigues de Oliveira, de Foz do Iguaçu; Telcia Lamônica de Azevedo, de Londrina; e Fernando Francisco de Góis, da Região de Curitiba. Este último, Fernando (foto), foi inclusive personagem do perfil escrito pelo jornalista José Carlos Fernandes, em reportagem para o jornal Gazeta do Povo. Vale a pena conhecer a história do “Monge Pé de Chinelo”, que foi como o repórter José Carlos definiu o ex-vocacionado paulista que é o responsável pela Chácara dos Meninos de 4 Pinheiros, em Mandirituba. Clique aqui para ler.
 
 
 
 
 
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.