02/12/2010

ONU apóia troca de lâmpadas incandescentes por fluorescentes

A adoção de lâmpadas mais eficientes poderia reduzir em 2% a demanda por eletricidade para a iluminação em todo o mundo.

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou hoje em sua conferência climática, em Cancun, apoio à troca das lâmpadas incandescentes pela iluminação fluorescente, que consomem menos energia. Um relatório do Programa Ambiental da ONU apontou que cerca de 40 países adotaram programas neste sentido, tendo bons resultados econômicos e ambientais.
 
A geração de eletricidade para iluminação representa mais de 8% das emissões de gases do efeito estufa. A adoção de lâmpadas mais eficientes representaria, para um país como o Brasil, uma economia anual de 2 bilhões de dólares. Saiba mais na reportagem publicada no site do jornal Gazeta do Povo.
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.