08/03/2013

ONGs participam de oficina sobre competências em gestão de pessoas

Ministrada ontem pelo professor Amir El-Kouba, oficina aconteceu em Curitiba a partir da parceria entre os projetos Serviços e Cidadania, do Instituto GRPCOM, e UANÁ, do ISAE.

“Iniciativas como essa são reflexo de equipes e empresas organizadas e voltadas para o bem comum”. O elogio ao trabalho em parceria realizado pelo ISAE e pelo IGRPCOM foi de Tatiana Martins, representante da Associação Beneficente De Mãos Unidas, que participou ontem da oficina “Desenvolvimento de Lideranças e Incremento de Resultados Institucionais”, promovida pelos programas UANÁ e Serviços e Cidadania. Não só ela, como também os outros 21 representantes de organizações sociais de Curitiba e Região que participaram, avaliaram de maneira positiva a iniciativa de IGRPCOM e ISAE e, principalmente, a condução da temática pelo professor Amir El-Kouba, voluntário do programa UANÁ. “Gostei muito do professor, nos ensinou de forma clara e objetiva. Quero aproveitar e agradecer a todos por mais esta oportunidade de crescimento”, afirmou Anna Thaís Fuck, da Associação Beneficente São Roque.

 

De fato, nem eram esperadas avaliações muito diferentes dos participantes em relação ao professor. El-Kouba é psicólogo, mestre em Administração Estratégica, especialista em Método Científico e consultor em comportamento organizacional há mais de 18 anos, com experiência em grandes empresas, como AmBev, Vale e Electrolux. Além disso, dá aula nos MBAs do ISAE/FGV e é o idealizador e facilitador do treinamento vivencial ao ar livre “Vencendo Desafios”. Com toda sua experiência, e a partir do contrato psicológico estabelecido com o grupo de participantes, o professor aliou teoria e prática para falar de temas e conceitos como “O que é Instituição”, Sistemas e Gestão do Conhecimento, Desafios do Gestor do Terceiro Setor, Identidade, Clima Organizacional, Liderança, a diferença entre grupos e equipes, e Gestão baseada em valores. Ao final, Kouba agradeceu a presença de todos e parabenizou os participantes pelos trabalhos que desenvolvem em suas organizações. “Falar sobre gestão para um público como esse, de pessoas que são realizadas por trabalhar com uma causa, é muito interessante. Foi muito bom conhecê-los!”, admitiu, prometendo ainda uma visita às organizações: “Sou daqueles que aceitam mesmo os convites para fazer uma visitinha”, garantiu.

 

Para o coordenador do projeto Serviços e Cidadania, Rafael Finatti, o resultado de satisfação coletiva proporcionado por uma iniciativa como esta não só é uma recompensa para o trabalho de parcerias que o Instituto GRPCOM procura estabelecer, como também aponta um caminho para a qualificação dos profissionais que atuam no Terceiro Setor. “Todos querem se profissionalizar e fazer um trabalho ainda melhor. Para tanto, é preciso oferecer formações acessíveis e de qualidade, porque para isso há demanda – e o ISAE aparece como um grande parceiro com o qual podemos contar para levar à cabo esse objetivo de contribuir efetivamente para o desenvolvimento de tantas boas iniciativas sociais que existem no Paraná”.

 

 

 

 

 

 

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.