01/04/2015

Novidades na formação de professores do Ler e Pensar

Além de uma plataforma de educação a distância totalmente nova, Ler e Pensar oferece oficinas presenciais nos municípios

A partir de abril, os professores matriculados no Ler e Pensar em 2015 vão poder aproveitar as novidades desenvolvidas para o programa de formação. Os cursos representam um dos principais materiais pedagógicos utilizados pelo educador que participa do projeto. Por isso, depois de muita pesquisa com os professores e consulta a especialistas, a equipe mudou o fornecedor dos cursos a distância. Neste ano, todos estarão disponíveis em plataforma Moodle, sistema já conhecido por grande parte dos docentes, muito mais simples, ágil e, acima de tudo, adaptado às demandas dos educadores que participam do projeto.

Calendário

Todos os cursos estarão disponíveis na plataforma a partir do mês de abril através do link http://ead.institutogrpcom.org.br/login/index.php

O login e a senha definidos em sua matrícula ou rematrícula serão os mesmos para o acesso à Plataforma de Educação a Distância.

Novidades

– Todos os cursos foram revistos e atualizados;

– O login e senha de matrícula são os mesmos de acesso à plataforma EAD;

– Acesso liberado a todos os professores matriculados de abril a novembro, sem limitação de prazo ou de turma por mês;

– Todos os cursos disponíveis são independentes: o professor escolhe quais deseja cursar;

– Uma biblioteca com BOLOs (Boletins de Leitura Orientada), textos, vídeos, apostilas e outras mídias está permanentemente à disposição e é constantemente atualizada;

– O sistema Moodle foi customizado para simplificar a vida do usuário. Um menu único na barra superior da tela facilita a navegação;

– Todos os vídeos são disponibilizados em streaming, o que torna a navegação leve e mais rápida;

– O certificado de cada curso, chancelado pela Universidade Tuiuti do Paraná, pode ser emitido a qualquer momento após a conclusão do curso e disponibilizado em PDF para impressão.

Confira a lista dos cursos disponíveis, que totalizam 160 horas de carga horária:

• O jornal e suas possibilidades criativas e inovadoras;

• Leitura crítica da mídia;

• Alfabetização e letramentos com o jornal;

• O jornal escolar;

• Leitura, interpretação e produção de textos com o jornal;

• Gestão e avaliação de projetos;

• Hemeroteca;

• Ler e contar histórias com o jornal;

• Imagem e notícia;

• Dramatização da notícia;

• Novas tecnologias;

• Políticas públicas;

• Reflexões sobre inclusão.

Oficinas presenciais

Neste ano, a equipe do projeto desenvolveu um cardápio especial de oficinas e workshops presenciais voltados aos municípios. Serão realizados encontros reunindo professores e equipes pedagógicas participantes. O objetivo principal é abordar temáticas e conteúdos recorrentes em sala de aula, com orientação específica para elaboração de planos de aula e utilização na prática do jornal.

O calendário das oficinas vem sendo elaborado juntamente das Secretarias de Educação em função da disponibilidade e cronograma do município.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.