05/08/2010

Noites geladas para quem dorme na rua

Se no conforto das casas a noite de ontem foi gelada, imagine-se a sensação térmica para quem dorme nas ruas úmidas de Curitiba

A capital paranaense registrou ontem o dia mais frio dos últimos 12 anos. Muitos curitibanos, no entanto, seguem dormindo na rua e o tempo úmido e gelado só piora as condições de vida destas pessoas. A reportagem nem faz parte da série "Voto Consciente", mas trata-se de um problema comum a várias cidades do Estado, e que precisará estar na pauta de ações dos nossos próximos governantes e representantes na Assembléia Legislativa e Congresso Nacional.

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.