12/04/2011

Moradores do litoral paranaense se transformam em voluntários

Após desastres naturais, dezenas de pessoas mudaram suas rotinas para ajudar as vítimas que perderam tudo

A vontade de tentar minimizar, de alguma forma, o impacto da tragédia que ocorreu na região litorânea do Paraná em março, transformou vários moradores em voluntários. Desde organizar donativos ou levar água potável para quem está sem abastecimento, a solidariedade tem sido fundamental para as famílias que perderam tudo.
 
São pessoas como a cabeleireira Iolanda Meira da Silva, que abrigou uma família em sua residência e fechou o salão de beleza para ajudar na limpeza da casa dos acolhidos. Motoristas voluntários fazem a entrega da água para a população, com carros emprestados de amigos e até mesmo um trator do Clube Náutico de Antonina, para distribuir a água coletada da piscina do clube – abastecida por uma nascente de água vinda de um dos morros locais. Ajuda que ganhou o reforço até de voluntários bem jovens, como Marvyn Ferraz, de 13 anos, que também se juntou ao mutirão de distribuição de água.
 
Confira aqui a reportagem completa de Isadora Rupp, para o Jornal Gazeta do Povo.
 
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.