07/06/2011

Mídias sociais ajudam a mobilizar pessoas para protestos

Movimentos a favor da cultura, animais e mobilidade urbana foram agendados via e-mail e Facebook

 
Moradores de Curitiba, São Paulo e Ribeirão Preto utilizaram as mídias sociais para organizar três movimentos de teor comunitário em um mesmo final de semana, no mês de maio. O objetivo: discutir aquilo que eles consideram arbitrariedades do poder público.
 
Exemplos
Na capital paranaense, dezenas de manifestantes protestaram contra o fechamento de um estabelecimento localizado no bairro Alto da XV. O bar, fechado por causa do som alto, era conhecido na cidade pelo foco cultural de seus eventos e serviços.
 
Em Ribeirão Preto, pessoas se reuniram para protestar contra a morte de animais provavelmente envenenados com chumbinho. Além do alerta para a posse responsável de animais, os manifestantes cobraram fiscalização de órgãos do governo.
 
A suspensão da construção de uma estação de metrô mobilizou 600 pessoas em São Paulo. O convite, feito pelo Facebook, teve a confirmação de 56 mil pessoas.
 
Clique aqui para ler a reportagem de Aline Peres para o Jornal Gazeta do Povo.

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.