13/04/2011

MEC aumenta em 21% a verba de investimento em educação profissional

Em 2011, os R$ 320 milhões serão empregados em infraestrutura e aquisição de recursos pedagógicos

O Ministério da Educação (MEC) anunciou o aumento de 21% da verba para o ensino profissionalizante do país. O montante será utilizado para a construção e reforma das escolas técnicas e equipamentos pedagógicos. Atualmente 1,14 milhão de alunos cursam o ensino profissionalizante no país, número muito pequeno perto dos 7,2 milhões de alunos do ensino médio das redes públicas e privadas que poderiam estar matriculados na educação profissionalizante.
 
No Paraná, as escolas técnicas e profissionalizantes ofertam 803 cursos e têm aproximadamente 57 mil alunos matriculados. Em São Paulo, que apresenta os maiores números do ensino profissionalizante, são ofertados 4.056 cursos e há quase 330 mil alunos inscritos.
 
Especialistas acreditam que a ampliação do número de escolas e da oferta de vagas, além de melhorias nos recursos pedagógicos podem aumentar a procura pelo ensino médio técnico, que ainda é baixa. Atualmente, os cursos mais procurados são enfermagem, segurança do trabalho, informática, radiologia, mecânica, administração, eletrotécnica, química e mecatrônica.
 
Clique aqui e confira na reportagem de Vanessa Fajardo, para o portal G1, dados sobre o ensino profissionalizante no Brasil e a opinião de especialistas sobre o lançamento do Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica (Pronatec), lançado pela presidente Dilma Rousseff.
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.