30/03/2011

Mais de cem famílias adotam o homeschooling no Brasil

Mas o número de pessoas que educam os filhos em casa pode ser ainda maior

O homeschooling é um método utilizado pelos pais que preferem educar seus filhos em casa, ao invés de mandá-los para a escola. Os principais motivos que levam os pais a adotarem essa prática são a insatisfação com a instituição escolar, seja pela qualidade do ensino, ou por problemas anteriores como bullying, como também por questões religiosas e morais.
 
Estima-se que exista uma centena de famílias que adotem o método. Mas, como ele não é reconhecido no Brasil e os pais podem ser punidos, o número de adeptos pode ser ainda maior.  Em países da Europa e América do Norte, onde o ensino domiciliar é permitido, cerca de 2 milhões de crianças estudam em casa, com auxílio dos pais ou professores particulares, e da internet.
 
Especialistas acreditam que o homeschooling pode não ser a melhor alternativa para as crianças e adolescentes, principalmente pela questão da socialização, já que o convívio com outras pessoas é importante para a formação dos jovens. Os pais não vêem problemas com isso, já que de maneira geral os filhos realizam outras atividades externas, como atividades esportivas, e assim mantém contato com outras pessoas.
 
Clique aqui e confira na reportagem de Adriana Czelusniak, para o Jornal Gazeta do Povo, uma entrevista com um pai adepto do homeschooling e entenda porque o ensino domiciliar é contra a lei no Brasil.
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.