05/10/2015

Ler e Pensar firma parceria com Criativos da Escola

Iniciativa reconhece projetos de crianças e jovens que transformam escolas e comunidades em todo o país

                                           

Em setembro, o Ler e Pensar e o projeto Criativos da Escola, do Instituto Alana, firmaram uma parceria.

A intenção da novidade é inspirar os docentes que participam do Ler e Pensar a se envolver no Desafio Criativos da Escola, que premia anualmente trabalhos protagonizados por crianças e jovens com o apoio de professores.

Interessados de todo o Brasil podem participar, basta que suas ações se destaquem pelos impactos que causarem na realidade e pelo processo de construção e execução da ideia.

Recuperar uma praça abandonada e torná-la um espaço de lazer, incentivar os jovens a irem para escola de bicicleta para prevenir a obesidade infantil e desenvolver uma campanha de combate ao bullying, por exemplo, são algumas possibilidades. Trabalhos relacionados ao meio ambiente, cidadania, direitos humanos, valorização da identidade e tecnologia são outras.

Os estudantes e professores responsáveis pelos cinco projetos mais impactantes são premiados com uma viagem a São Paulo para vivenciar um processo de inovação, ajuda de R$ 2mil para a escola e um curso de formação para o orientador. As produções que mais se destacarem serão divulgadas no site do projeto, nas mídias sociais e em portais de educação. 

O educador pode encontrar inspirações para colocar as ideias em prática e ter acesso a materiais de apoio no site do projeto: www.criativosdaescola.com.br.

Entre os jurados estão Helena Singer, assessora especial do Ministro da Educação, responsável pela área de fomento à inovação e à criatividade na educação e Anna Penido, diretora-executiva do Instituto Inspirare, cuja missão é inspirar inovações que melhorem a qualidade da educação no Brasil. 

Inscrições

Os trabalhos devem ser inscritos até o dia 31 de outubro de 2015 no site do Criativos da Escola (www.criativosdaescola.com.br). Ali, além de relatar os dados dos participantes, o professor explica o problema identificado, a ação pensada para solução, a mobilização e os impactos da iniciativa. Fotos, apresentações e outros materiais podem ser anexados no momento da inscrição. A divulgação dos premiados acontece em novembro.

Origem do projeto

O Criativos da Escola é a versão brasileira de um projeto mundial chamado Design for Change. Presente em 34 países, além do Brasil, a iniciativa surgiu na Índia, em 2006, com a proposta de reconhecer iniciativas transformadoras pensadas por alunos e professores.