17/10/2013

IV Workshop do Terceiro Setor: Práticas Compartilhadas reuniu ONGs em Curitiba

Evento trouxe cases de sucesso de instituições do terceiro setor e captação de recursos pelo CEDCA.

Evento trouxe cases de sucesso de instituições do terceiro setor e captação de recursos pelo CEDCA.

O IV Workshop do Terceiro Setor: Práticas Compartilhadas aconteceu no dia 9 de outubro, na FIEP e reuniu as instituições do terceiro setor para a apresentação de cases de sucesso, que falam sobre temas específicos.

No início do evento os participantes puderam assistir a uma palestra sobre ‘’Captação de Recursos pelo CEDCA/PR’’, que foi ministrada pelo assistente técnico da Secretaria do Estado da Família e Desenvolvimento Social, Thiago Soares, que apresentou as oito linhas de ação para a inscrição de projetos no CEDCA/PR: Garantir o direito à convivência familiar e comunitária; Financiamento das ações do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE); Promover o protagonismo juvenil; Capacitação e Qualificação da atuação dos atores do Sistema de Garantia de Direitos; Promoção dos direitos; Enfrentamento à Violência; Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos; e Enfrentamento à drogadição e apoio à Saúde Mental.

Na sequência foram apresentados os cases Ação Social do Paraná – ASP, onde Daiana Sprada falou sobre a ‘’Metodologia Participativa’’, utilizada nas oficinas socioeducativas promovidas pela instituição, que foca o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e o protagonismo da população em situação de risco e/ou vulnerabilidade social.

A UNILEHU – Universidade Livre para a Eficiência Humana, tratou sobre o tema ‘’Sustentabilidade com Parcerias Privadas’’. Yvy Karla Abbade, diretora da instituição, apresentou os cinco pilares de atuação, estruturados como forma de se mostrar às empresas com seus produtos e serviços: Serviço de Atendimento a Pessoa com Deficiência (SAPcD); Serviço de Atendimento a Empresas (SAE); Aprendizagem Profissional; Relações Institucionais; Projetos Institucionais. Os pilares atendem as demandas das organizações e da sociedade, no que diz respeito à inclusão de pessoas com necessidades especiais no mercado de trabalho.

Já a FACOP – Fundação de Asseio e Conversação do Estado do Paraná, representada pela coordenadora pedagógica, Maria Letizia Machese, apresentou como a instituição atua a partir do seu ‘’Programa de Formação e Empregabilidade’’. Ressaltou que o programa trabalha principalmente com pessoas que estão procurando recolocação profissional, por isso, o método utilizado precisa sempre acompanhar a aprendizagem dos alunos.

O último case apresentado foi da ONG Em Ação, que tratou do tema ‘’Mobilização e Engajamento de Voluntários’’, apresentado por um dos seus fundadores, Marcelo Guilherme. Há 13 anos a Em Ação oferecendo cursinho pré-vestibular gratuito a alunos de baixa renda. É um dos cursinhos de Curitiba com o maior índice de aprovação em universidade pública, que atua desde a sua fundação basicamente apenas com trabalho voluntário, contando hoje com aproximadamente 200 voluntários.

Ao final do evento foram reservados alguns minutos para que os participantes pudessem fazer perguntas aos palestrantes.

O evento foi promovido pelo Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial – CPCE, em parceria com o Instituto GRPCOM.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.