03/04/2014

Instituições são beneficiadas em gestão pelo Serviços e Cidadania

Os serviços prestados foram assessoria jurídica e capacitação financeira.

O projeto Serviços e Cidadania, do Instituto GRPCOM, conseguiu contribuir com a gestão de mais duas instituições do terceiro setor do Paraná, com a Associação de Moradores Parque Monte Castelo e Jardim das Violetas – ASMOV, de Colombo, e com a Irmandade Betânia, de Curitiba.

A ASMOV, cadastrada no projeto Serviços e Cidadania, entrou em contato com o Instituto GRPCOM solicitando um apoio jurídico para entender melhor as questões legais da associação, relacionadas ao estatuto e seus dirigentes. A assessoria jurídica foi prestada pela advogada, Dra. Andressa Nagarolli Ramos da Costa, parceira voluntária do projeto.

Gilmara Aparecida de Lima Amaral, presidente da ASMOV, nos contou que a assessoria ajudou a sanar as dúvidas e com as orientações que receberam, foi possível tomar as providências necessárias para resolver a situação da associação. Para a Dra. Andressa, o projeto Serviços e Cidadania é “uma oportunidade para aqueles que necessitam de um apoio jurídico e não têm condições de contratar um advogado particular para tanto, ou então, como foi o caso, recorrem àqueles que fazem às vezes de uma defensoria pública, mas não dão a devida importância ao caso. É uma forma de dar suporte à quem realmente precisa”, declarou.

Já a Irmandade Betânia, foi beneficiada com um curso de Gestão Financeira, com carga horária de 16 horas, doado pelo parceiro KaminskiAvalca Consultoria Empresarial. O curso abordou três áreas da gestão financeira e apresentou ferramentas para melhorar a gestão da instituição, além de uma assessoria in company de duas horas.

Para Aleksander Avalca, sócio da KaminskiAvalca, o desafio em oferecer esse serviço é adaptar o conteúdo do curso para a realidade das ongs. A Irmandade Betânia já é a segunda instituição cadastrada no projeto Serviços e Cidadania, a ser beneficiada com a capacitação em Gestão Financeira oferecido pelo parceiro. Segundo Helena Amaral Bollmann, tesoureira da Irmandade Betânia, o conteúdo abordado possibilitou “uma visão mais ampla da situação financeira para tomadas de decisões e investimentos”, declarou, informando também que o curso oferecido atendeu diretamente a necessidade da instituição.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.