18/05/2016

IGRPCOM participa da Bett Brasil Educar 2016

Realizado pela i2i Events e organizado pela Futuro Eventos, congresso está em sua 23ª edição

Considerada um dos maiores eventos da América Latina na área de educação e tecnologia, a Bett Brasil Educar abriu as suas portas em São Paulo hoje, no dia 18 de maio, reunindo um congresso recheado de palestras e uma feira de negócios e startups educacionais. Sob o tema norteador “Melhor Educação, Melhor Sociedade!”, ocorre de hoje até o próximo sábado.

Cerca de 200 especialistas em educação, conferencistas e palestrantes debaterão ao redor deste tema desafiador, tendo como objetivo contribuir para a formação profissional de professores, educadores, coordenadores, gestores, e oferecer subsídios para que aprimorem suas atuações e práticas, de forma a melhorar a educação e a sociedade.

O evento ainda apresentará diversos cases, estudos, palestras e cursos envolvendo conceitos teóricos e práticos sobre inovação, tecnologia e contribuições da era digital para a educação, aliadas a conteúdos pedagógicos.

A equipe do Ler e Pensar está presente no congresso e na feira para acompanhar as novas tendências e se inspirar para futuras ações e estratégias do projeto. Hoje, dois momentos ganharam destaque. Primeiramente, o curso "Uso de aplicativo e dispositivo móvel em sala de aula", ministrado pelos professores Klaus Schlünzen Junior, Elaine Mussi e Fernanda Mello, todos da UNESP. O mote principal da apresentação foi a necessidade de mudança da escola frente às necessidades contemporâneas. “A escola é uma mídia social. Ele tem de ser uma instituição líquida, que vai além de paredes e muros. Daí a importância de se dar voz ao aluno”, comenta Elaine. A oficina ainda contou com um momento prático de construção de aplicativos mobiles, que pode ser realizada pelos próprios estudantes.

Outra palestra que chamou a atenção reuniu um diálogo de exposições de dois professores, Lúcia Dellagnelo, diretora presidente do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) e Marcelo Lopes, certificado pela Google como professor Innovator e diretor fundador da Foreducation. Lúcia abriu a conversa com a importância da relação entre inovação e educação. “Os educadores devem aprender com os conceitos de inovação. Flexibilidade de espaços, Design Thinking, processos colaborativos, aprendizagem com os erros e criação de um verdadeiro ecossistema são fatores essenciais que solucionam problemas atuais da área”, afirma. Já Marcelo mostrou a importância de se utilizar smartphones em sala de aula. “Hoje, 80% dos usuários da internet acessam a rede via telefone móvel. Os alunos não se veem mais sem o celular. Não podemos mais fugir desse recurso em sala de aula. Mas é preciso estimulá-los à investigação, não dar respostas prontas”, conclui.

Para fomentar ainda mais a discussão em torno do tema e valorizar parceiros do Ler e Pensar e Televisando, o Instituto GRPCOM, em parceria com a Futuro Eventos, distribuiu ingressos para as Secretarias de Educação participantes dos projetos.  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.