17/01/2012

GRPCOM mobiliza incentivos fiscais para entidades sociais paranaenses

Campanha desenvolvida pelo Departamento de Produção da RPCTV para o CPCE da FIEP, via projeto Serviços e Cidadania e Mídia Gratuita, do Instituto GRPCOM, foi veiculada em todo o Paraná entre outubro e dezembro de 2011.

A máxima de que “a união faz a força” é uma constante para o Grupo Paranaense de Comunicação. Tanto internamente, entre setores e empresas, quanto externamente, pode se dizer que as iniciativas desenvolvidas pelo Grupo, especialmente via Instituto GRPCOM, vêm contribuindo para fortalecer uma cultura em que todos saem beneficiados: parceiros, público-alvo e, de forma indireta, toda a sociedade.
 
Bom exemplo disso foi a recente campanha desenvolvida pelo departamento de produção da RPCTV. A demanda veio de uma reunião do Núcleo do Terceiro Setor do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE) da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP): divulgar ao público a possibilidade de se destinar parte do imposto de renda para entidades sociais.
 
Porque atendia aos objetivos do projeto Serviços e Cidadania, de contribuir para a sustentabilidade das ONGs paranaenses, o vídeo foi encaminhado pela diretora executiva do Instituto GRPCOM, Clarice Lopez de Alda, para a produção da RPCTV. De forma gratuita, o material foi elaborado e, posteriormente, voltou ao IGRPCOM para ser veiculado via projeto Mídia Gratuita na grade da própria RPCTV e, também, da ÓTV. No total, foram 485 inserções em todo o estado, o que corresponde a um montante de R$ 782.637,00.
 
Maringá bate recorde de arrecadação
 
Em Maringá, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) comemorou na manhã desta segunda-feira (16) o resultado recorde da última arrecadação do Fundo da Infância e da Adolescência, e também do Fundo Pró-Idoso, lançado no ano passado. Foram R$ 2 milhões arrecadados e que serão repassados para as ONGs da cidade, um valor 44% maior ao que foi arrecadado em 2010.
 
“Parabéns para Maringá por ter obtido esse sucesso tão importante para aqueles que mais precisam”, afirmou Martha Salvani, vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Maringá.
 
O presidente do Sincontábil, Orlando Chiqueto, ressaltou a destinação do recurso como uma oportunidade de exercer o voluntariado. “Estimamos que cerca de R$ 5 milhões em recursos saem de Maringá e poderiam ficar na cidade para serem investidos em projetos locais. Vamos continuar trabalhando para que a arrecadação aumente cada vez mais, contribuindo para uma sociedade cada vez melhor”, disse.
 
Segundo Fabiana Vasconcellos, que participou da reunião como representante do Instituto GRPCOM em Maringá, algumas entidades que receberão os recursos arrecadados também já foram apoiadas pelo projeto de Mídia Gratuita. “O aumento do recurso em 2011 demonstra que as entidades apoiadas pelo fundo desenvolvem projetos sociais relevantes e são reconhecidas pela atuação ética e cidadã. E o apoio da mídia para esse trabalho é fundamental para a consolidação de uma sociedade mais comprometida com as crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade”, ressaltou ela.
 
Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá

 
Confira abaixo o vídeo da campanha, que ajudou a fazer com que estes e outros resultados fossem obtidos na arrecadação de recursos:
 

 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.