29/11/2012

Evento IGRPCOM homenageia parceiros em Curitiba

Encontro aconteceu para agradecer os parceiros dos projetos do Instituto GRPCOM

Nessa terça-feira, dia 27 de novembro, aconteceu a Cerimônia de reconhecimento dos parceiros do Instituto GRPCOM, no Buffet Ilha do Mehl, em Curitiba. Ao final de mais um ano de realizações, estava na hora de agradecer aos parceiros que ajudaram a viabilizar as iniciativas e os projetos do Instituto. Foram aproximadamente 60 certificados entregues para parceiros como Conselhos do IGRPCOM nos projetos Educação e Serviços e Cidadania; Instituições de Ensino Superior; ONGs, Fundações, Institutos e Projetos Sociais; Empresas; Entidades de Classe; Parceiros Individuais e Órgãos Públicos. O evento contou também com a música do grupo “Velhos Guris”, que atuaram no mundo artístico durante muitos anos e hoje moram no lar dos idosos Recanto do Tarumã.

 
Na oportunidade, o CEO do Grupo Paranaense de Comunicação e presidente do IGRPCOM, Guilherme Döring Cunha Pereira, agradeceu os convidados e destacou a importância das parcerias para o sucesso dos projetos. “Estamos felizes em perceber a satisfação dos parceiros, pois isso é resultado da seriedade de propósitos do Instituto”, afirmou. Clarice Lopez de Alda, diretora do IGRPCOM, agradeceu os convidados em nome de toda a equipe que atua em Curitiba e nas regionais de Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Cascavel e Paranavaí. “Saibam que o trabalho em rede, a confiança e o inestimável apoio recebido de todos e de cada um é o nosso maior e mais valioso patrimônio”, revela.
 
Para Ana Lucia Jansen de Mello de Santana, coordenadora da parceria com a UFPR (Universidade Federal do Paraná) e Conselheira do Serviços e Cidadania, a parceria institucional é benéfica para os professores e alunos da universidade interessados em atuar nas oportunidades surgidas no Serviços e Cidadania. O projeto abrange as áreas de planejamento estratégico, gestão, comunicação e indicadores de desempenho. “A parceria permite aos docentes estimular acadêmicos a se voltarem para a prática de aprendizados sob sua orientação, na observação, interação e busca de soluções de problemas situacionais nas organizações do chamado terceiro setor”, explica.
 
*Fotos: Rubens Nemitz Júnior

   

 

  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.