09/03/2011

Estudo aponta que qualidade da educação brasileira não melhorou

Na opinião de 24,2% dos entrevistados, o sistema educacional piorou

Um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que 51% da população acredita que a qualidade da educação no Brasil piorou nos últimos anos. No estudo, realizado com 2.773 pessoas, a percepção de melhoria também apresentou grande variação nas regiões do país: nas regiões Sul e Sudeste a percepção de avanço foi menor que nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte.
 
Entre os menos favorecidos, a percepção de melhorias no ensino é maior. Já entre os entrevistados com nível superior completo ou pós-graduação, 35,4% deles acreditam que a educação piorou. E para a população com renda mensal entre dez e 20 salários mínimos – grupo em que foi verificado o maior percentual de respostas negativas para a pesquisa – 34,2%, dos entrevistados afirma que não houve melhoras.
 
Confira aqui outras informações sobre o estudo realizado pelo Ipea, na matéria veiculada no Jornal Gazeta do Povo.
 
 

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.