27/05/2011

Estudantes cumprem mais uma tarefa de gincana ambiental

Toda a comunidade escolar está envolvida nas atividades que fazem parte do projeto Corda Bamba

 
Nesta semana, seis escolas estaduais de Curitiba e região metropolitana, que estão participando do projeto Corda Bamba, conseguiram realizar a segunda tarefa da gincana ambiental e se classificaram para a terceira etapa. A atividade consistiu no desenvolvimento de uma campanha de mobilização da comunidade em prol de uma solução para um problema ambiental que ocorre na região onde a escola está inserida.
 
Para isso, alunos e professores organizaram entrevistas, reportagens e artigos. Todo o material foi avaliado por uma comissão julgadora formada por professores da área de Ciências Biológicas da Universidade Tuiuti do Paraná.
 
A equipe do Instituto GRPCOM comemora a cada nova tarefa cumprida: “Os colégios estão muito motivados com a gincana, e o fato de serem responsáveis pela mobilização da comunidade em prol de um problema que eles mesmos identificaram traz ainda mais engajamento!”, afirma uma das articuladoras do projeto do Instituto, Fernanda Martins.
 
Para a próxima prova, as equipes envolvidas deverão produzir um jingle que sensibilize a comunidade. As canções serão gravadas diretamente nos estúdios da rádio 98 FM, veículo do Grupo Paranaense de Comunicação que desenvolve o projeto com o apoio do Instituto.
 
Confira os colégios que se classificaram para a terceira tarefa:
 
– Colégio Estadual Otalípio Pereira de Andrade (Campo Largo)
– Colégio Estadual Deputado Olívio Belich (Curitiba)
– Colégio Estadual Professor Brasílio Vicente de Castro (Curitiba)
– Colégio Estadual Desembargador Cunha Pereira (Fazenda Rio Grande)
– Colégio Estadual Benedicto João Cordeiro (Curitiba)
– Colégio Estadual Dr. Xavier da Silva (Curitiba)
 
O projeto
O Corda Bamba consiste em uma gincana com temática ambiental, que além de unir alunos, professores, diretores e funcionários da rede estadual de ensino, também vai aproximar ainda mais a comunidade escolar das ações educacionais. O objetivo principal da iniciativa é incentivar o protagonismo juvenil e estimular a mobilização da comunidade por meio de várias “provas de sustentabilidade”.
 
A primeira tarefa a ser realizada pelos alunos foi identificar o maior problema ambiental em sua comunidade e apontar uma solução, incluindo contribuição da escola. Além disso, os estudantes organizaram um abaixo assinado com um reclame por uma melhoria relativa ao problema identificado.
 
Em junho, a prova final será um quiz ao vivo na rádio 98 FM, com temática ambiental e participação das três escolas finalistas. A escola vencedora receberá uma benfeitoria, e os alunos que se classificarem em primeiro, segundo e terceiro lugar, receberão respectivamente um computador desktop e Ipods nano.
 

 

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.