18/06/2010

Campanha mobiliza atletas, celebridades e sociedade pelo direito à educação

A ideia é aproveitar a Copa do Mundo para formar uma rede de apoio à causa da educação.

No embalo da Copa do Mundo, a FIFA e a Campanha Global pela Educação (CGE) lançaram a campanha 1 Gol: Educação para todos.
 
O objetivo é tão ambicioso quanto necessário: garantir que todas as crianças do mundo tenham acesso à educação até 2015, conforme prevê o objetivo nº 2, dos Objetivos do Milênio (ODM).
 
No Brasil, a campanha 1GOL é promovida pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, em cooperação com a ONG ActionAid, a UNESCO e o UNICEF, e tem o apoio da Associação Atletas pela Cidadania, do movimento Todos pela Educação e da empresa Vivo. A meta da iniciativa é atingir um milhão de assinaturas de todo o país e pelo menos 30 milhões de assinaturas em todo o mundo, por meio de um abaixo-assinado virtual no endereço www.marque1gol.org.br. Todas as assinaturas, inclusive as brasileiras, vão ser entregues aos líderes mundiais na Assembleia Geral da ONU, no mês de setembro.
 
Grandes craques estão apoiando a iniciativa. No Brasil, nomes como Pelé, Zico, Raí e também atletas de outras modalidades, como Oscar e Hortência (basquete) e Ana Moser (vôlei) são alguns dos “garotos-propaganda” que gravaram mensagens para o vídeo da iniciativa ou cederam fotos para o site brasileiro.
 
Além deles, sete times de futebol da primeira divisão nacional também aderiram à iniciativa, entre eles os gigantes Corinthians e Flamengo. No resto do mundo, personalidades não só do esporte, mas também da música e do cinema, além de autoridades públicas, de mais de 60 países, participam da campanha. O jogador francês Zinedine Zidane e o português Cristiano Ronaldo, a rainha da Rania Al-Abdullah, da Jordânia, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon e a secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton são alguns dentre os famosos participantes.
 
Você também pode aderir à campanha. Acesse o site, ou entre em contato pelos telefones (11) 3159-1243 e (11) 8793-7711, ou pelo e-mail 1gol@campanhaeducacao.org.br.
 
 
Números e informações que justificam:
 
De acordo com o site da campanha, alguns dos dados mais preocupantes são:
· 72 milhões de crianças no mundo não estão na escola, por várias razões: problemas de saúde, por viverem em áreas de conflito ou serem discriminadas por suas origens. Milhões não frequentam a escola simplesmente porque são muito pobres. Suas famílias não têm dinheiro para pagar mensalidades e outras taxas cobradas pelas escolas. E muitas têm que trabalhar (no campo ou em fábricas) para contribuir com a renda familiar.
· 776 milhões de adultos não conseguem ler esta frase.
· A maioria das crianças a quem a educação é negada são meninas.
· A educação reduz as chances de se contrair doenças.
· Uma criança que nasce de uma mãe escolarizada tem 50% mais chances de sobreviver além dos 5 anos de idade.
· Comprovadamente o grau de escolaridade influencia na renda das pessoas.
 

 
 
Zidane artilheiro
 
Apesar de ter se aposentado na Copa do Mundo passada, em 2006, o jogador francês Zinedine Zidane continua fazendo seus goals (palavra que significa metas, em inglês; a alusão é usada pelas campanhas que têm vinculado seus projetos sociais à Copa deste ano). Além de participar da campanha 1GOL, ele ainda protagoniza com o marfinense Didier Drogba a campanha Não há expectadores, somos todos jogadores, da ONU, sobre os Objetivos do Milênio (ODM). Assista:
 

 
Outras ações, em relação a outros objetivos dos ODM também estão acontecendo durante a Copa do Mundo da África do Sul e foram inclusive noticiadas aqui mesmo no site do Instituto RPC – confira).

 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.