01/09/2010

Banco de medula óssea no Brasil precisa de mais doadores

Apesar de ser o terceiro maior banco de doadores de medula óssea do mundo, variedade étnica brasileira dificulta a compatibilidade

Somente Estados Unidos e Alemanha têm mais doadores de medula óssea do que o Brasil. O cadastro nacional de doadores tem mais de 1 milhão e 750 mil pessoas, mas todo esse “exército do bem” não é suficiente para atender a demanda por doação. Por isso, é necessário que mais gente se voluntarie à causa. A principal dificuldade, dizem os especialistas, se dá em razão da variedade étnica brasileira, que de tão diversificada acaba prejudicando o já comumente difícil processo de encontrar material compatível.
 
A reportagem do portal G1/Globo.com, publicada no jornal Gazeta do Povo, conta histórias de pessoas que são doadores e, também, de pessoas que já fizeram ou que ainda precisam de um transplante de medula – um drama, que pode ser resolvido após procedimento rápido e um repouso que não costuma durar muito mais do que 24 horas.
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.