14/12/2015

Alunos do ISAE/FGV realizam consultoria para ONGs

O trabalho foi desenvolvido no período de maio a novembro, por meio do projeto Serviços e Cidadania e programa Uaná

                                         

Alunos de pós-graduação e MBA do ISAE/FGV realizaram, no período de maio a novembro deste ano, um trabalho voluntário de consultoria a ONGs de Curitiba e região por meio do projeto Serviços e Cidadania, do Instituto GRPCOM, e programa Uaná, iniciativa de voluntariado do ISAE/FGV. Em março, 30 entidades sociais receberam capacitações nas áreas de gestão e comunicação e 11 foram selecionadas para receber consultorias dos alunos até novembro. 

Chegaram ao final do processo 10 instituições, que receberam trabalhos de diversas naturezas, como identidade visual, análise financeira e estruturação de um plano de gestão de pessoas. No dia 27 de novembro foi realizado um coquetel para celebração dos resultados, onde alunos e organizações sociais puderam contar suas experiências e transmitir seus agradecimentos pessoalmente.

“Quando participei da capacitação em comunicação a professora falou diversas coisas que me fizeram sair pensando, questionando tudo, inclusive nossa logomarca. Não transmitia o que fazemos de verdade! No dia seguinte fui direto ao coordenador Renan e falei para ele que havia saído inquieta e expliquei tudo que havia escutado, ele concordou e então provocamos uma revolução em nossa instituição! Estamos hoje com nova identidade visual, nova logomarca e reestruturando todas as áreas da instituição”, relata Araceli, educadora no Lar Hermínia Scheleder.

Para Kassiana Glock, aluna no ISAE/FGV, o trabalho com as ONGs proporcionou uma nova visão sobre a responsabilidade social. “Foi uma experiência enriquecedora na qual me senti atuante por uma causa no âmbito social além do ganho de conhecimento e ampliação da visão holística para os problemas sociais. Outra lição aprendida é que podemos mudar nossas crenças de que só governo e empresários podem mudar a realidade social. Pessoas comuns também podem transformar o mundo num lugar melhor”, diz.

                                        

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.