06/04/2011

40% dos estudantes brasileiros têm até dez livros em casa

Na América Latina, Brasil fica atrás de países como Argentina, México e Colômbia

A cada dez estudantes brasileiros, apenas quatro têm até dez livros em suas residências. O dado foi levantado em 2009 pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), que é destinado a medir o aprendizado em todo o mundo a partir de informações de 65 países.
 
Entre as publicações mais presentes entre os alunos estão o dicionário e livros que auxiliam nas tarefas escolares – 95% deles afirmam possuir um exemplar em casa.  No estudo, realizado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a situação do estudante brasileiro é preocupante em relação aos países latino-americanos.
 
Entre os jovens que responderam ao questionário afirmando possuir mais de 200 livros, o nosso percentual é de apenas 1,9%, ficando atrás de países como Argentina, México e Colômbia, por exemplo. Os melhores rendimentos foram verificados em localidades da China. Em Xangai, os alunos que conseguem melhores notas nas provas têm de 25 a 100 livros.
 
Confira aqui outros resultados do Pisa na reportagem completa do movimento Todos pela Educação, articulação que reúne organizações da sociedade civil, educadores e gestores públicos, com o objetivo que auxiliar na luta pelo direito à educação básica de qualidade.
 
 
 
 
 

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.