31/05/2010

Famílias brasileiras apresentam nova formatação

Formações tradicionais, com pai, mãe e filhos, são cada vez menos comuns nos lares do Brasil.

O Relatório do Desenvolvimento Humano 2010, divulgado na última semana pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), mostrou que arranjos familiares diferentes do tradicional (casal com filhos) vêm se proliferando na sociedade brasileira.
 
As famílias têm se transformado e o dado mais interessante é que pouco mais de 30% dos lares já nem tem mais crianças: há cada vez mais homens e mulheres solteiros, ou mesmo casais sem filhos. Além disso, o número de homens e mulheres que criam sozinhos os filhos, sem um companheiro, também aumentou no período pesquisado, entre 1992 e 2007: de 13,9% para 17,5%. Com isso, apenas 51,6% das famílias mantém a estrutura de pai, mãe e filhos.
 
A reportagem do jornalista Vinicius Boreki, para o jornal Gazeta do Povo, aponta a opinião de especialistas sobre o tema.
 
*Foto: Antônio Costa