08/06/2016

RPC recebe 390 visitantes em maio

O Programa de Visitas é uma iniciativa do Instituto GRPCOM e visa levar crianças, jovens e adultos a conhecer as emissoras no Paraná

Em maio, a RPC recebeu 13 visitas através do Programa de Visitas, iniciativa do Instituto GRPCOM. No total, foram 390 visitantes – entre crianças, adolescentes, jovens e adultos – de instituições de ensino superior, escolas municipais, colégios estaduais e organizações sociais.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura e o funcionamento da TV e os bastidores da notícia. As emissoras visitadas foram a RPC Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Noroeste, Maringá e Ponta Grossa.

Confira a seguir algumas fotos e depoimentos:

Cascavel

(Visitantes: 26 estudantes de Jornalismo do Centro Universitário FAG)

                                                     

“Cada setor era mágico. Durante a visita meu coração batia mais forte, não deixando dúvidas de que nasci para esse mundo de aventuras, curiosidades, experiências e histórias para contar. Algo tão predominante que apenas vivenciando para sentir o que é fazer algo que ama. Que venham mais visitas, mais histórias, corações acelerados e brilho nos olhos” – Aline Oliveira, estudante de Jornalismo da FAG.

Curitiba

(Visitantes: 61 alunos do Colégio Estadual Afonso de Camargo e Colégio Estadual Shirley Catarina Tamallu Machado)

                             

“Agradeço pelo atendimento dispensado a nós. Os alunos adoraram e até nós professores tietamos um pouco. Toda a equipe está de parabéns! Isso nos faz entender o porquê a RPC é a melhor e maior empresa de telecomunicação do nosso estado. Muito obrigada” – Maria José Domingues Hannig, professora do Colégio Estadual Shirley C. T. Machado.

Foz do Iguaçu

(Visitantes: 80 estudantes da Escola Estadual Teotônio Vilela)

                                                  

Esta foi uma visita que ficará em nossos registros de profissionais e de estudantes para toda a vida. Ter a oportunidade de vivenciar na prática o planejamento e execução dos gêneros textuais que são estudados em sala podendo ter uma visão do que é edição, como são as pessoas que nos levam as informações todos os dias, foi algo indescritível” – Liliane Tomasi, professora da Escola Estadual do Campo Teotônio Vilela.

Londrina

(Visitantes: 32 pessoas da CONJOVE – ACIL e Escola Villas Boas)

                          

"A visita à RPC torna possível conhecer a realidade de uma emissora, em que tudo é feito por pessoas, que amam o que fazem e que se preocupam em fazer o melhor. Quando termina a visita, as pessoas se encantam não pelas câmeras e pelas luzes, mas pela beleza de um trabalho que é construído por várias mãos!” – Rafaela Vieira Marinho, representante do Instituto GRPCOM em Londrina.

Maringá

(Visitantes: 48 estudantes da Escola Estadual Maria Carmella e universitários de Marketing da Faculdades Maringá)

                        

“Para melhorar e tornar as visitas mais proveitosas e educativas para os alunos, fizemos algumas reestruturações no Programa de Visitas na regional de Maringá e a repercussão foi excelente. Além da inclusão da rádio Mundo Livre no programa, agora os alunos passam por explicações sobre os veículos antes de percorrer os espaços. Funcionou como um teaser, eles saíram da sala de treinamentos ainda mais curiosos e motivados” – Kaísa Abeche, representante do Instituto GRPCOM em Maringá.

Noroeste

(Visitantes: 116 pessoas do Colégio Estadual Urbano Pedroni, CECAP, CRAS, Escola Municipal Rotary Arenito e Escola Municipal Jayme Canet)

                      

                                                            

“A visita foi magnífica, pois aprendemos as particularidades do funcionamento de uma TV. O atendimento no geral e a colaboração de todos foi excelente” – Carina Bueno da Silva, professora da Escola Municipal Rotary Arenito. Carina desenvolve o projeto Televisando com seus alunos.

Ponta Grossa

(Visitantes: 27 alunos do Colégio Estadual José Elias da Rocha)

                                             

“Achei muito interessante todos os setores que fomos. Porém, me apaixonei pelo estúdio. Gostei demais! Aprendi muitas coisas e ensinamentos que levarei comigo. Conheci coisas que eu não fazia ideia que era preciso para pôr um telejornal no ar. Nunca tinha visto como funciona um estúdio e agradeço a RPC por abrir as portas para nós. E sim, gostei muito” – Aluno do Colégio Estadual José Elias da Rocha.